29 abr

Em 2014, o Reino Unido instalou mais energia solar do que qualquer outro país europeu

A instalação solar de 46MW em East Hanney, em Oxfordshire tornou-se a maior do Reino Unido, quando conectada à rede. Foto: Belectric UK
A instalação solar de 46MW em East Hanney, em Oxfordshire tornou-se a maior do Reino Unido, quando conectada à rede. Foto: Belectric UK

“The UK installed more new solar power capacity than any other European country last year and is on track to retain its top-ranking position this year, due to a rush to complete projects ahead of deep cuts to subsidies at the start of this month. However, the strong performance from the UK comes in the midst of a challenging period for the European solar sector.

“Preliminary figures by the European Photovoltaic Industry Association (EPIA) show installation rates across Europe have fallen sharply over the past four years.”

The analysis, due to be published next month and shared with BusinessGreen, reveals less than 7GW was installed in the bloc in 2014 compared to 21GW in 2011.”

O resto do texto pode ser lido na seção Environment, do jornal inglês “The Guardian” e põe uma questão crucial para o Reino Unido e a Europa, em geral, mas também para o Brasil: quais são as chances de sobrevivência de uma indústria nova, como a da energia solar, sem a presença de subsídios governamentais  ou tarifas reduzidas para produtos importados, ligados a essa área?

O texto completo pode ser acessado neste endereço: Produção de energia solar no Reino Unido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.